segunda-feira, 11 de maio de 2015

Cerca viva na Caatinga

O uso de cercas vivas permite trazer seguranças às propriedades e contribui para o ajardinamento e reflorestamento. Mas, em ambientes muito secos, é difícil escolher plantas para este fim. Nas fotos são mostradas duas opções para regiões de caatinga: a primeira foto mostra o quiabento (Pereskia bahiensis), um tipo de cacto muito resistente e que é bastante utilizado para cercas vivas. A maior vantagem (e também sua desvantagem) é que produz cerca vivas praticamente intransponíveis em função de seus espinhos. Outra opção é usar a umburana (Commiphora leptophloeos), uma árvore muito frondosa por seu tronco peculiar e que, quando usada em cercas vivas, cria um efeito interessante, estas são frequentes na Chapada Diamantina. Uma boa pedida é pesquisar no local onde você vive plantas adequadas para a formação da cerca viva.  


Informe: Agora Kombinação Camping em parceria com a empresa Replant.Consultoria , onde juntas iram somar ações voltadas a gestão, turismo...