Esmeralda chega de guincho .......



Quarta-feira nem deu para escrever.... estava em Irecê (terra do feijão) só para buscar a minha bela Esmeralda – a Kombi já pintada – até que enfiiimmmmm..... e de lá para cá – num reboque, ou melhor, Esmeralda chega de guincho ..... durante mais ou menos,  duas horas.  E valeu....., mais perto de mim.....
Mesmo no guincho, ela chama atenção, muitos olhares e perguntas..... Puxa!! Nunca imaginei que chamaria tanta atenção...... e nem é sempre que se ver uma Kombi de 1973 toda pintadinha, em ótimo estado “desfilando” na cidade de Palmeiras. Legal .....  
Ontem terminei de montar as peças junto com o meu marido.
Em breve, mostrarei fotos de como ela ficou.
                                                                                                              Cris Freitas



FELIZ PASCOA A TODOS ........................ 

Dia Internacional da Água


E neste dia todas as pessoas deveriam conhecer os nossos direitos e deveres em relação ao bem mais precioso do planeta - Água.

            O Brasil é privilegiado na disponibilidade de recursos hídricos. O País conta com 12% de toda a água doce do planeta, tem as bacias São Francisco e Paraná e cerca de 60% da bacia amazônica.

            Apesar da abundância, os recursos hídricos brasileiros não são inesgotáveis. 

            A água não chega para todos na mesma quantidade e regularidade. As perspectivas de escassez e degradação da qualidade da água colocaram em discussão a necessidade de adoção do planejamento e do manejo integrado dos recursos hídricos.

           Por ser reconhecido como "País das águas", o Brasil busca servir de exemplo na gestão e preservação deste bem inigualável para a humanidade.

            Em 1997, foi sancionada a Lei das Águas (Lei n 9.433) que estabeleceu a Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH) e criou o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh).
Tendo como principais objetivos:
* assegurar a disponibilidade de água, em padrões de qualidade adequados,
* bem como promover uma utilização racional e integrada dos recursos hídricos.
            
             A lei tem como fundamento a compreensão de que a água é um bem público (não pode ser privatizada), sendo sua gestão baseada em usos múltiplos (abastecimento, energia, irrigação, indústria etc.) e descentralizada, com participação de usuários, da sociedade civil e do governo. O consumo humano e de animais é prioritário em situações de escassez.

            Como a Lei das Águas descentraliza a gestão do uso da água, o Estado abre mão de uma parte de seus poderes e compartilha com os diversos segmentos da sociedade uma participação ativa nas decisões.
            Compete à União e aos Estados legislar sobre as águas e organizar, a partir das bacias hidrográficas, um sistema de administração de recursos hídricos que atenda as necessidades regionais. O Poder Público, a sociedade civil organizada e os usuários da água integram os Comitês e atuam, em conjunto, na busca de melhores soluções para sua realidade.                                                                                                                                                                     (Texto retirado da ANA).
                                                                                                                                 
                                                                                                                                        Cris Freitas

Flores da Chapada Diamantina

São apresentadas algumas imagens de espécies de plantas dos Gerais da Chapada Diamantina - Bahia. Muitas delas com potencial ornamental - belezas de cores e formas. Espécies, que muitas vezes, passam por despercebidas pelos guias e turistas (fotos de Cris Freitas).   










Filha como se forma a chuva.....


Perguntei para a minha filha caçula, de 4 anos de idade (quase 5):

 - ”Filha como se forma a chuva.....”
         E ela me respondeu como se estivesse realmente esperando esta pergunta..... e rapidinho ela diz....:
           - “Mãe, primeiro o sol aparece e queima o rio, o rio muito quente joga fumacinha para o céu e batem nas nuvens, e as nuvens mais escuras crescem e caem em forma de pingos de chuva – assim .... tão simples –  e ela complementa dizendo:  - mas, o problema mãe, é que não tem água nos rios para chover (ou tem pouca água)..... ai é que fica seco. Ate falta água nas torneiras de casa......
Vejam abaixo como ficou o desenho de Camila. 

Primeiro encontro de Poesia

   O Primeiro Encontro de Poesias, no municipio de Palmeiras - Chapada Diamantina,  foi muito legal, com a participação de crianças e adultos da comunidade.
   A Praça Eldorado foi um ambiente muito interessante e bastante inspirador para os poetas, musicos e declamadores.  Abaixo segue algumas imagens do encontro e do visual noturno da cidade.




 (foto de Cris Freitas - 14 de março de 2013)

Dia do Poeta



Dia do Poeta – Felizes daquelas pessoas que conseguem apreciar ate mesmo as pequenas coisas da vida e demonstrá-las através das  palavras – assim são os poetas. 

Para os biólogos de plantão e para todos que amam a natureza ........
Apologia do biólogo
Só sendo louco
Varrido!
Levantar cedo
Trabalhar todo o dia
E fazer faculdade à noite!
Só louco
Varrido!
Viver com pouco dinheiro
Pagar caro a faculdade
E mais polígrafos, livros, cópias e cópias...
E ainda ter que postergar outros sonhos!
Só louco
Varrido!
Atolar em banhado
Subir na árvore alta para ver a plantinha
Que talvez nem flor de
Ou observar o ninho do pássaro!
Pegar serpente, lagarta, aranha, etc
E ainda ter aula de anatomia!
Enfrentar tudo isto
Toda a dificuldade
Com a perspectiva de um salário.....
Nem tão grande assim!
E, apesar de tudo
Adorar o que faz
Só sendo louco
Varrido
Ou biólogo!
(poema de CNG)

A seca continua.....



A Chapada Diamantina está em chamas outra vez .....  e já era de se esperar todo ano o assunto é o mesmo FOGO. Aliás, parece que 2013 alem do fogo, tem o rio quase seco, barragem seca, falta de água para a população …..

 

...... mas mesmo assim, vê-se turistas subindo o Morro do Pai Inácio, conhecendo a Cachoeira da Fumaça, visitando algumas cavernas ....... 

 Segundo INMET/ICMBio (figura e tabela abaixo) a previsão não é nada agradável (no mapa abaixo, as áreas em verde são nuvens e as cores mais escuras são áreas onde a umidade está abaixo de 20%).
 


Cris Freitas